Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governo e agricultores discutem auxílio para minimizar efeitos da estiagem

Chefe da Casa Civil, Fábio Branco, esteve reunido com produtores rurais na Câmara de Vereadores de Pinheiro Machado

Publicação:

Branco esteve reunido com produtores rurais de Pinheiro Machado, a convite do presidente da Câmara de Vereadores, Jaime Lucas
Branco esteve reunido com produtores rurais de Pinheiro Machado, a convite do presidente da Câmara de Vereadores, Jaime Lucas - Foto: Roberto Witter
Por Roberto Witter

Vereadores e produtores rurais de Pinheiro Machado, no sul do Estado, entregaram nesta sexta-feira (09) um documento ao secretário-chefe da Casa Civil, Fábio Branco, no qual pedem auxílio no enfrentamento aos efeitos da estiagem prolongada. O grupo quer, principalmente, o reforço do governo do Estado na interlocução, junto ao Ministério da Fazenda e instituições bancárias, para a obtenção de alongamento no prazo para o pagamento de financiamentos.

Segundo o presidente da Câmara de Vereadores de Pinheiro Machado, Jaime Lucas, as maiores perdas são registradas nas lavouras de soja e milho. A falta de chuva também prejudica as pastagens e, em muitas localidades, há dificuldade na obtenção de água para os animais.

A prefeitura decretou situação de emergência há duas semanas. A homologação do governo do Estado foi publicada no Diário Oficial desta quinta-feira (08). Agora, o município aguarda o reconhecimento da situação de emergência pela União.

“O reconhecimento da situação de emergência pela União é o primeiro passo dessa articulação com as instituições bancárias para a obtenção do alongamento das dívidas”, explicou Fábio Branco. O chefe da Casa Civil também acrescentou que “o governo está com toda a estrutura à disposição dos municípios afetados pela estiagem”.

Os vereadores Adão Martinho e Gilson Rodrigues também participaram do encontro.

Defesa Civil entregou ao prefeito em exercício, Jackson Cabral, um reservatório móvel para transporte de água potável
Defesa Civil entregou ao prefeito em exercício, Jackson Cabral, um reservatório móvel para transporte de água potável - Foto: Defesa Civil
Reservatório para transporte de água potável chegou nesta sexta

Também nesta sexta-feira, a Defesa Civil estadual entregou à Prefeitura de Pinheiro Machado um tanque flexível para armazenamento e transporte de água potável.

O equipamento tem capacidade para 4,5 mil litros e será utilizado no abastecimento emergencial de comunidades do interior do município.

O governo do Estado também está disponibilizando aos municípios máquinas para a abertura e desassoreamento de açudes e para a perfuração de poços artesianos. Caminhões também estão sendo enviados para auxiliar no transporte de água potável. O auxílio deverá chegar a Pinheiro Machado nos próximos dias.

Reunião do Programa Lider

Durante a visita a Pinheiro Machado, o secretário Fábio também participou de reunião do Programa Lider – Liderança para o Desenvolvimento Regional, promovido pelo Sebrae, com o apoio de diferentes instituições.

Fábio Branco é um dos mentores do Programa Lider, que busca o desenvolvimento das regiões Sul, Campanha e Fronteira Oeste
Fábio Branco é um dos mentores do Programa Lider, que busca o desenvolvimento das regiões Sul, Campanha e Fronteira Oeste - Foto: Roberto Witter

Implementado em 2015, o Lider é uma ferramenta que estimula gestores a atuarem de forma conjunta e empreendedora, fomentando o desenvolvimento da região e engajando os setores público, privado e terceiro setor.

As cadeias produtivas da carne, leite, vinho e do turismo foram discutidas no encontro, que ocorreu na Fazenda Guarda Velha, onde são cultivadas oliveiras e produzidos azeites de oliva.

Visita à Secretaria da Saúde

O chefe da Casa Civil também esteve na Secretaria Municipal de Saúde, onde foi recebido pelo titular da pasta, Éliton Rodrigues. No último dia 28 o município recebeu R$ 184 mil em repasses para a área da saúde. Os recursos são relativos aos débitos empenhados de 2015, 2016 e 2017, além da competência do mês de janeiro.

Casa Civil