Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Projetos do Cresce RS são monitorados com o apoio do governo do Estado

Publicação:

Otomar afirmou que os conceitos do Cresce RS estão em sintonia com a gestão do governo
Otomar afirmou que os conceitos do Cresce RS estão em sintonia com a gestão do governo - Foto: Nabor Goulart/ Casa Civil

A segunda reunião de monitoramento dos projetos do programa Cresce RS ocorreu na manhã desta segunda-feira (30/9). A iniciativa é da Assembleia Legislativa e busca propor ações para destravar os investimentos necessários ao crescimento do Rio Grande do Sul, acelerando processos de desenvolvimento e a geração de emprego e de renda no Estado.

No encontro, o presidente da Assembleia do RS, Luís Augusto Lara, destacou a necessidade de um acompanhamento constante das demandas."Queremos que o Cresce RS seja um projeto de Estado, que siga após essa gestão. Por isso, é importante manter essa atualização do andamento das demandas, como já é feito pelo Executivo", disse.

Segundo o chefe da Casa Civil, Otomar Vivian, os conceitos do Cresce RS estão em sintonia com a gestão do governo. "Essa reunião de trabalho, com a participação ativa do secretariado e de diversos setores da nossa economia, reafirma o envolvimento do governo com o programa proposto pela Assembleia. Estamos alinhados nessa busca por entregas relevantes para os gaúchos", afirmou.

A metodologia para o monitoramento das ações do Cresce RS é a mesma que a Secretaria de Governança e Gestão Estratégica (SGGE) utiliza para acompanhar as demandas das pastas e órgãos vinculados do Executivo nas reuniões do Conselho de Gestão Estratégica, capitaneadas pelo governador Eduardo Leite. Os responsáveis pelos projetos apresentam os conteúdos, os impactos previstos, a situação-problema, a alternativa-solução e a proposta de ação para concluir a entrega.

"É uma checagem rotineira e fundamental para verificar o status dos trabalhos. É o conceito clássico da boa governança que estamos colocando em prática. Só assim promoveremos as entregas que todos esperam dos órgãos públicos", afirmou Cláudio Gastal, secretário da SGGE e coordenador da reunião de trabalho.

O Cresce RS é composto de três eixos (Infraestrutura e Logística, Desburocratização e Fomento dos Bancos Públicos) e têm mais de 20 projetos mapeados. O próximo encontro de monitoramento será em 45 dias, na Assembleia Legislativa.

Clique aqui para acessar um resumo dos projetos.  

Texto: Lucas Barroso/Ascom SGGE
Edição: Patrícia Specht/Secom

Casa Civil