Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Capacidade de superação do RS pauta encontro diplomático do governador

Publicação:

Reunião de trabalho foi acompanhada por Fábio Branco e outros secretários estaduais e autoridades
Reunião de trabalho foi acompanhada por Fábio Branco e outros secretários estaduais e autoridades - Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini

As potencialidades do Rio Grande do Sul e oportunidades de investimentos em infraestrutura pautaram o encontro de trabalho entre o governador José Ivo Sartori e o embaixador da China no Brasil, Li Jinzhang, em Brasília, na noite da última terça-feira (31). Sartori foi recebido na residência do diplomata para um encontro reservado, a convite do embaixador, e apresentou a carteira de projetos gaúcha com informações sobre os setores de transportes e energia, entre outros.

A reunião de trabalho foi acompanhada pelo chefe da Casa Civil, Fábio Branco, e pelos secretários estaduais de Transportes, Pedro Westphalen; e de Minas e Energia, Artur Lemos. O ministro Osmar Terra e o senador Lasier Martins também participaram do encontro, no qual ficou acertada uma visita oficial do embaixador e equipe para conhecer a estrutura rodoviária, hidroviária e energética do Rio Grande do Sul e as possibilidades de investimentos no modelo de parceria público-privada. A aprovação recente do Plano Carboquímico, pela Assembleia Legislativa também foi citada.

O governador defendeu um novo ambiente no Estado, para atrair investidores e potencializar novos negócios. "O Rio Grande do Sul tem demonstrado sua capacidade de superação e o nosso foco é promover o desenvolvimento.  Estamos trabalhando para fortalecer o relacionamento do governo com parceiros internacionais. Nosso programa, o Invest/RS, foi pensado em conjunto com a Fiergs para estimular novos empreendimentos em setores estratégicos", destacou Sartori ao detalhar o programa. 

O embaixador Li Jinzhang salientou que a comitiva chinesa deve visitar o Rio Grande do Sul ainda neste ano.

Texto: Gabriela Alcantara, de Brasília
Edição: Léa Aragón/ Secom

Casa Civil