Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Governador sanciona lei que doa área na orla para prefeitura de Porto Alegre

Publicação:

Ato de sanção do Projeto de Lei 512/19, com a participação do Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr
Ato de sanção do Projeto de Lei 512/19, com a participação do Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite sancionou, nesta sexta-feira (27/12), o projeto de lei 512/19, que autoriza o Poder Executivo a doar uma área de pouco mais de 100 mil m² na orla do Guaíba para a prefeitura de Porto Alegre. O terreno pertence à Superintendência dos Portos do Rio Grande do Sul, mas não é utilizado pela autarquia estadual.

Com a cedência, o prefeito Nelson Marchezan dará continuidade ao projeto de revitalização da orla, o mais recente cartão-postal da cidade, mediante compromisso de realizar investimentos no terreno.

A administração municipal vai investir R$ 5 milhões no reassentamento de famílias que ocupam irregularmente a Vila Deprec, fazer uma recuperação ambiental na região no valor de R$ 6 milhões, recuperar duas balanças do cais do porto, reforçar o sistema de segurança e repor 1,3 quilômetro de cercamento – investimento total de R$ 12,75 milhões.

27 12 2019 Ato de sanção do Projeto de Lei 512 19, com a participação do Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr  4A

Terreno fica ao lado do centro de treinamento do Grêmio, na freeway, na entrada da capital - Foto: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

“É mais do que a simples doação de uma área, é um dever, enquanto gestor público, de darmos uso a uma área tão nobre da capital dos gaúchos. Com a ajuda de investimentos privados, a Orla terá mais atrativos e quem ganha com isso são os moradores”, disse Leite.

O terreno fica ao lado do centro de treinamento do Grêmio, na freeway, na entrada da capital. Conforme Marchezan, serão investidos cerca de R$ 80 milhões com recursos privados de verbas compensatórias. Até agora, a prefeitura já concluiu um trecho da orla do Guaíba e outros dois estão em andamento.

Texto: Vanessa Kannenberg 
Edição: Marcelo Flach/Secom

Casa Civil